Brasil 2015 – Sucumbir ou destituir?

A verdade é que sempre querem procurar culpas e culpados que não eles mesmos e existem muitas como: omissão, negligência, inconsequência, imprudência ou até mesmo incompetência, até no exercício de tão importante função para o país como a presidência da república, por exemplo, que é administrá-lo. Tudo isto define improbidade administrativa, entretanto não existe margem para perder o poder, pela simples vontade de poder tantas coisas, para adquirir poder ainda maior, mas o motivo principal é pelo vício do poder.

Devemos ter atenção que não é necessário buscar culpas e culpados para um impeachment, este necessita de mais que tudo vontade política daqueles que questionam e/ou estão indignados com tanta promiscuidade na administração do nosso país. Que não cabe julgar ou lançar a desinformação de que sai um e entra o segundo na fila, ou um inconstitucional terceiro turno. Estas ideias ilusórias são lançadas/apresentadas por aqueles que estão no poder ou querem que este permaneça, para os tem este mesmo interesse em desarticular os movimentos espontâneos!

É importante olharmos que a presidência da república é um emprego como qualquer outro e que é legitimo querer demitir um funcionário que não atende ás expectativas do cargo! Mas, porque é tão difícil? Porque o poder corrompe absolutamente!

Para entendermos melhor, manifestações não são um ato de golpe ou golpismo,  e sim uma vontade pública de anulação e impedimento dos governantes em curso e sua substituição formal por outro. Subverter a ordem pública não está na pauta dos atos de manifestações públicas, ainda que persistam em se utilizarem de termos e terminologias com o sentido pejorativo para algo que é constitucional e está na lei. Todas as pessoas tem o direito legitimo de se defenderem e a soberania do país quando se sentirem ameaçadas por forças hostis, sejam elas internas ou externas!

Quanto á violência, não existe ato mais vil do o que a população e a economia brasileira vem sofrendo ao longo destes anos todos e acentuada bruscamente neste governo visivelmente corrupto e incompetente, onde a política da subtração e enriquecimento ilícito para si e seus pares ás custas de informações privilegiadas e lavagem de dinheiro é a ordem do dia. O que as manifestações podem mostrar é o caminho que queremos e neste caso conseguirmos trazer o poder legislativo ainda que seja uma ideia utópica e remota para o nosso lado.

O que precisamos mostrar ao mundo é que através desta administração caótica  se aperceber literalmente que estamos reféns de um cartel que não difere em nada dos demais crimes organizados e fica impassível de sanções perante o mundo com o falso discurso que vivemos numa democracia. O legislativo da forma em que se encontra por suas nomeações políticas, com as cartas todas marcadas e os rabos presos, porque não existe outro nome para isso,  não toma atitudes favoráveis ao país e mostra a condição de impotência de sítio em que a população brasileira se encontra.

Além disto o próprio eleitor que vem se mostrando há muito tempo descontente com a política pela representação dos políticos de rotina na sucessão dos seus próprios mandatos que até se tornaram hereditários ao ponto de que em um curto espaço de tempo talvez nem seja mais necessário o processo eleitoral, bastará passar o cargo de pai para filho! E incrivelmente processos eleitorais ao mesmo tempo do circo: Olimpíadas (ou Olimpíadas, mas isto é assunto para outra hora) como acontecerá novamente em 2016 e tem ocorrido nas eleições passadas com outros eventos inclusive as presidenciais propositalmente sempre em anos de Copa do Mundo.

E, por esta grande razão que o poder e seus fiéis seguidores, os parasitas, tanto a raia miúda quanto os tubarões, tentam de todas as formas e artifícios desqualificar atos contra a atual administração da Senhora Presidente (pois não se altera conhecimento por ignorância, por decreto, ou por desqualificação da língua portuguesa, ainda que não a saibam falar e escrever direito!), pois sabem que é possível se o legislativo (deputados federais e depois senadores, ambos por 2/3 dos votos) escutarem o povo!!! E, que convenhamos é um tiro no pé não ouvir o povo nas ruas, ainda que a história mostre que o dinheiro compra o direito do candidato ser eleito mesmo com uma rejeição visível de 100%!!!

Por todos estes motivos precisamos acabar com as aberrações políticas de todas as naturezas, o exercício da política precisa ser levado a sério e os que a deturpam serem condenados de forma severa, só assim se moralizará o país! Hoje a militância cega e a administração corrupta agem com tanta intimidação, desqualificação dos atos públicos e subversão das noticias e das pessoas que os representam que em algum momento todas as mentiras aplicadas por eles acabam por se tornarem verdade absoluta por falta de poder legitimo e legal de confrontamento.

Torna-se em muitos casos perseguições profundas da privacidade do indivíduo e sua família e seu modo de vida, como um açoite público do senhor feudal aos seus servos. Por fim, a destituição de qualquer político, inclusive da presidência em qualquer momento de vontade popular é legitima sim!  O que devemos fazer é mostrar para aqueles que estão em no poder e fora dele o que queremos e também para o mundo, pois só assim teremos a segurança de não vivermos exilados em nosso próprio território natal, vivendo uma vida de irrelevância e subserviência como esta que estamos vivendo!

A demissão de qualquer empregado em qualquer esfera é permitida por lei e legitima, é impossível, você cidadão que é um dos acionistas desta empresa chamada Brasil, não poder demitir um funcionário que foi contratado e que sucessivamente dilapida a soberania nacional no interesse pessoal e de terceiros!

Ana Paula de Carvalho, uma Brasileira que não desiste nunca! manta-rays-332812_640

Sobre Ana Paula Carvalho Silva

apc_anapaula@hotmail.com
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s