EXPO MARICÁ “Maricá, a cidade que eu quero!?”

A prefeitura continua ensandecida tentando vender uma Maricá que não existe e jamais existirá nos moldes como estão concebidos pela mediocridade politica que vivemos desde sempre!

Ainda que façam propaganda sobre uma fictícia Maricá que supostamente a população quer, nada leva a crer que esta tenha sido consultada, até porque todas as Expos de Maricá sempre forma um fiasco e esta não foi diferente. Vejamos por exemplo alguns fatos que foram citados:

O secretário municipal de Assuntos Federativos, Fabiano Filho, representando o prefeito Washington Quaquá, salientou o excelente momento pelo qual passa o município de Maricá. “Grandes investimentos estão vindo para cidade o que demonstra a confiabilidade em nosso potencial de crescimento. É uma nova realidade que permite melhorar a autoestima do morador da cidade”.

Este pobre infeliz não sabe que o que traz “autoestima” (que vem a ser uma condição psicológica temporária) para qualquer individuo é a dignidade de ter os serviços públicos básicos em bom funcionamento, coisa que está muito aquém neste município. Pode-se até dizer que ser Maricaense hoje está em baixa, além disso, pela ausência do prefeito, nota-se a importância que o evento tem nesta cidade, assim como outros eventos que nunca são prestigiados por este individuo.

O secretário estadual de Desenvolvimento Regional, Pedro Cascom, apresentou o elevado crescimento populacional de Maricá, de 66% nos últimos dez anos, considerado um dos maiores do estado. “Esse momento é de extrema relevância para discutir o futuro que queremos e o destino dessa cidade que não será mais a aldeia de pescadores”.

Isso, a cidade cresceu em 66% e o saneamento básico está abaixo de 5%, a coleta de lixo é irregular e as escolas públicas padecem de cuidados e profissionais devidamente remunerados, além disso, não vejo que problema exista em se continuar a ser uma vila de pescadores, não é justamente por esse motivo que as pessoas se mudam para cá?

O secretário geral do Consórcio Intermunicipal de Desenvolvimento da Região Leste Fluminense (Conleste), Álvaro Adolfo, ressaltou a mudança do perfil de Maricá. “A cidade passa por um momento histórico. Deixou de lado o perfil agrícola e pesqueiro para ser um pólo de desenvolvimento…”.

Aqui estão novamente decidindo contra a vontade popular o que é melhor para o município, não são apenas secretários, são verdadeiros semideuses, decidindo o direto de ser, de viver e participar. Querem nos enfiar o petróleo goela abaixo como fizeram em todo o estado, que hoje não produz nada além de derivados desse produto, não existem mais laranjas, pecuária ou agricultura, somente o outro negro, como a Pirita, o ouro dos tolos, pois tem prazo para acabar!

Valéria Mendes, Gerente Regional de Governo da Caixa Econômica Federal, destacou a importância da parceria firmada entre a prefeitura e o agente financeiro. “A CEF prioriza a promoção social e projetos com foco no desenvolvimento sustentável”. Como exemplo, a gerente falou sobre a assinatura de contratação de 2.072 casas pelo Programa Minha Casa Minha Vida em Maricá, representando mais de R$ 130 milhões de investimentos.

O programa Minha Casa Minha Vida é um incentivo federal para as populações de baixa renda, isso não é prosperidade, é apenas uma mascara para vender dinheiro e de alguma forma ajudar no endividamento coletivo, diga-se de passagem, R$ 130 milhões divididos por 2.072 imóveis dá um valor médio aproximado de R$ 63 mil! Não existe um crescimento real da economia local e sim um aumento populacional, menores recursos de arrecadação e maior empenho laboral e de serviços por parte da prefeitura, é outro embuste!

O representante de relações institucionais da DTA Engenharia, Mauro Scazufca, falou sobre a implantação do complexo portuário dos Terminais Ponta Negra (TPN), em fase de licenciamento ambiental.

Este pobre coitado está Sconfuzo com o que vem dizendo, a DTA sendo um dos principais articuladores do tal terreno que custou 50 milhões e querem empurrar por quase 200 para o dinheiro mudar de mãos de forma justificada, insiste em que existe uma licença ambiental sendo discutida no INEA, mas isso não é verdade, pelo contrário, a procuradoria do município já deu parecer favorável para que seja revogada a decisão de alteração do plano diretor sobre aquele espaço. Como é de praxe destes indivíduos especuladores, é outra falácia do tipo “se colar colou”. Mas uma coisa é certa, O PORTO DE JACONÉ NÃO SAI! Isso eu garanto.

O mesmo representante acima ainda complementa com: “Nosso objetivo é permitir que Maricá seja um aporte de geração de empregos. Serão gerados 13 mil empregos que contribuirão para o fomento da mão de obra e melhoria da qualidade de vida na cidade”.

Isso não existe, a mão de obra toda será externa e prova disso é o comunicado enviado pela Srª LAURA- SECRETÁRIA MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL DE MARICÁ, onde sita os subempregos destinados a esta população:

CARO(A)S     AMIGO(A)S

TENDO EM VISTA OS NOVOS EMPREENDIMENTOS EM MARICÁ, COMO O COMPERJ,  o PORTO de JACONÉ, ALPHAVILLEs e a PLATAFORMA da PETROBRAS ( Pré- Sal) ; entendemos que HÁ NECESSIDADE URGENTE DE A POPULAÇÃO ESTAR PREPARADA PARA INGRESSAR NESTE VASTO MERCADO DE TRABALHO.

PERCEBEMOS QUE A MAIORIA DA POPULAÇÃO MARICAENSE PRODUTIVA, NÃO SE QUALIFICA COMO MÃO DE OBRA ESPECIALIZADA, A FIM DE PREENCHER AS VAGAS DE EMPREGO QUE ESTAS EMPRESAS VÃO DEMANDAR.

PORTANTO ESTAMOS FIRMANDO CONVÊNIOS COM O SENAI E COM O INSTITUTO FEDERAL DE TECNOLOGIA (UFF) A FIM DE TRAZERMOS PARA MARICÁ , CURSOS DE QUALIFICAÇÃO PARA TODOS, INCLUSIVE PARA AQUELES QUE NÃO TÊM NEM O ENSINO FUNDAMENTAL COMPLETO.

A FIM DE MOBILIZARMOS OS JOVENS E ADULTOS DE MARICÁ, PARA SE CADASTRAREM NESTES CURSOS, VAMOS OFERECER APRESENTAÇÕES DA TRANSPETRO, SOBRE O TEMA PROFISSÕES DO FUTURO E DA UFF.

ESTAS EMPRESAS MULTINACIONAIS PRECISARÃO DE MÃO DE OBRA ESPECIALIZADA, PORTANTO, NECESSITAMOS CONSCIENTIZAR TODA A POPULAÇÃO MARICAENSE, DE QUE PRECISA SE CAPACITAR TECNICAMENTE ,POIS AS INDÚSTRIAS  E  AS EMPRESAS SÓ EMPREGARÃO OS PROFISSIONAIS QUE TIVEREM CURSOS E CERTIFICADOS DE PROFISSIONALIZAÇÃO E ESPECIALIZAÇÃO.

VAMOS OFERECER CURSOS DOS INSTITUTOS DA UFF E DO SENAI , ATRAVÉS DOS CRAS DO CENTRO , DE INOÃ , DE ITAIPUAÇU E DE SÃO JOSÉ. CURSOS DESDE MANICURE, CABELEREIRO, JARDINAGEM, PADARIA E CONFEITARIA, QUE JÁ COMEÇARAM , ATÉ OS CURSOS DE SOLDADOR, PINTOR, CARPINTEIRO, LADRILHEIRO, MARCENEIRO E OUTROS, A PARTIR DE AGOSTO ( COM PASSAGEM E ALIMENTAÇÃO ) GRATUITAS.

Não tenho dúvidas de que o público comparecerá em massa, muito provavelmente por causa do lanche grátis, porque se estas são as profissões do futuro, acreditem Maricá já está a anos luz, pois o que tem de manicures, cabelereiros, pintores, marceneiros, pedreiros e outros nesta cidade é um assombro, a diferença é que na maior parte das vezes a mão de obra é desqualificada para o que se destina e ao mesmo tempo cara! Mas longe, muito longe de ser qualquer profissão futurista ainda mais para qualquer tipo de empreendimento petrolífero. Maricá estará para estes empreendimentos, assim como o México está para os EUA, mão de obra barata, nada mais!

Finalizando, novamente o futuro de Maricá está sendo discutido por estrangeiros e não pelos moradores, parece que sabem mais do que aqueles que aqui vivem o que é melhor para todos nós, são os senhores da verdade, mas o fato é que o dinheiro precisa ser lavado e trocado de mãos, não importa o preço.

Em boa parte a culpa é do eleitor que se vende por qualquer tapinha nas costas, ou por ser chamado pelo primeiro nome, por uma figura politica qualquer dessas que a estas horas está prometendo milagres nas próximas eleições. Platão já dizia que “O preço a pagar pela tua não participação na politica é seres governado por quem é inferior”, em outras palavras: “Aqueles que não saem ás ruas para defenderem seus direitos, acabarão por serem governados por imbecis”.

Ana Paula de Carvalho, ainda na luta por dias melhores!

Anúncios

Sobre Ana Paula Carvalho Silva

apc_anapaula@hotmail.com
Esse post foi publicado em Denúncias, Início, Maricá, Movimento LUTO por Maricá, Opinião. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s