SEM MEDO SE SER FELIZ

Acredito que um dia a humanidade como um todo conseguirá atingir um estado de vida onde vivamos com qualidade de vida, equidade, sincronismo, próspera e acima de tudo possuindo felicidade no viver. Por este caminho, devemos lembrar para atingirmos este estado de graça, depende somente de cada um de nós. Traçamos, construímos e vivemos!

Todas as coisas estão ao nosso alcance, assim como podemos afirmar que a sorte e a felicidade estão ao nosso comando. Vencer ou fracassar está em nossas mãos! Somos Capitães de nossa alma!

Responsáveis pela concretização das esperanças, transformá-las em realizações. A vida que vivemos é o resultado dos atos e palavras, devemos por isto sermos melhores a cada dia, honrando o nosso direito inalienável de viver, ou nos lamentarmos por tudo aquilo pelo qual jamais lutamos, aceitando a derrotam mesmo antes da luta começar.

É nosso direito optarmos por ser feliz ou infeliz, eu escolho ser feliz! Acima de tudo mostrar a todos que é bom ser feliz e com isto gerar um contágio de proporções inimagináveis. Não adianta sermos felizes sozinhos, e muitas vezes precisamos mostrar a mais pessoas o quanto isto é bom, para que estas também se estimulem a seguir os seus próprios sonhos.

A nossa busca pela vida de qualidade é resultado de prática, onde aprendemos a superar problemas, ultrapassar obstáculos, desmistificar preconceitos, progredir com confiança, e com isto agregaremos valores em nossa comunidade, sociedade e acima de tudo o meio em que vivemos na sua maior diversidade.

Todo tipo de conhecimento que recebemos, estudamos e conquistamos, assim como toda a pluralidade cultural e conceitos, principalmente os relacionados á integridade e empatia, são instrumentos para conseguimos uma vida melhor, uma sociedade mais justa e modificar aquilo que não queremos, ou não temos empatia.

Onde quer que estejamos seremos melhores, não no sentido de melhor que outros, mas sim individualmente, ou como uma sociedade melhor (no seu sentido identidade). Precisamos sonhar bem alto e ter a convicção de conquistá-los, pois de nada adianta termos vontades e sonhos se não os vivermos. Só vivendo de realizações é que justificaremos nossas existências e os próprios sonhos.

Estudarmos, para nos enriquecer como pessoas, é tão importante como a prática de sermos humanos, contribuindo com nossos valores em nossa sociedade. Doe-se um pouco!

Ana Paula de Carvalho, Brasileira e membro do movimento LUTO por Maricá

Anúncios

Sobre Ana Paula Carvalho Silva

apc_anapaula@hotmail.com
Esse post foi publicado em Início, Maricá, Movimento LUTO por Maricá, Opinião. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s