Sopa de Legumes

Apesar do título ser bem sugestivo a referência que faço aqui nada tem a ver com o hábito alimentar, mas sim com as pessoas que cada dia nos empurram mais um pouco para a beira do abismo que se transformou a capital do município de Maricá. Como evidenciarei abaixo através de imagens fotográficas em que as prioridades dos governantes não são nem de perto as mesmas de nossas aspirações.

Como podemos observar, este é o estado em que se encontra a área de lazer da praça principal da cidade, aparentemente esta destruição não se dá naturalmente. Ainda que alguém possa vir a se sentar na borda da mesa teria que fazer um esforço considerável coma as pernas apoiadas nos bancos para que pudesse quebrar a mesa nos locais mostrados acima ou mesmo os bancos. O que vemos aí é uma demonstração clara de depredação proposital possivelmente oriunda de uma insatisfação coletiva com a conservação dos espaços públicos, vide as fotos da o Anfiteatro, Centro Social, Casa de Cultura totalmente rabiscada de modo acintoso.

Visto isso, eis que o executivo da cidade teve uma idéia leguminosa, sim porque só um legume poderia licitar uma obra numa praça secundária, não que não seja importante também fazer obras naquele local, mas fazendo uma analogia, não se coloca o piso numa casa antes de colocar o telhado, ou seja, não se antecipa uma reforma necessária enquanto a praça principal está caindo aos pedaços e outros órgãos de serviços essenciais como o hospital municipal e postos de saúde caem aos pedaços por falta de suporte.

Inacreditavelmente, os demais legumes que compõem os secretariados assim como os que ocupam as cadeiras no legislativo aceitam com muita passividade medidas extremamente impopulares, sem fins que possam agregar valores á qualidade de vida dos moradores. A praça de cima como é chamada inicialmente até, para que tivesse a projeção necessária e adequação correta para a Nova Maricá deveria ser ampliada e calçada de uma ponta á outra evitando desta forma a circulação de tráfego pela rodoviária.

Não se pode mais pensar pequeno nem mesmo tencionar fazer obras ridículas e de má qualidade por preços exorbitantes. Uma ponte não pode custar nove milhões de reais se for feito cálculo por metro linear para aquela espécie de empreendimento, o que vemos aqui é a subtração de forma descarada de dinheiro público e o completo descaso com a saúde pública, educação e a segurança que já denota sinais de debilidade. Enquanto pessoas se arrastam em filas de atendimento intermináveis, onde não existem os mais básicos medicamentos, gasta-se dinheiro para fazer Outdoors e construir-se quadras poliesportivas em Zacarias (poderia ser em qualquer outro lugar), isso pode ser legal, necessário, mas acima de tudo é IMORAL!

E os legumes, dentro da mesma panela conseguem fazer uma sopa suculenta que só eles mesmos conseguem sorver em goles fartos e generosos, nós que aqui estamos amargando este pesadelo, nós que os elegemos e temos uma enorme dificuldade para demovê-los dos cargos que ocupam com abastados salários e recursos adicionais quase inesgotáveis, minguamos um pouco mais a cada dia olhando o que já foi uma cidade alegre e colorida se cobrir de um tom cinza mórbido, com uma história recente de perdas irreparáveis da memória deste povo e de suas conquistas ao longo das décadas.

Em parte devemos assumir a culpa por confiarmos à procuração que assinamos como o nosso voto para indivíduos que nunca tiveram compromisso com qualquer causa, nem com os eleitores que os acolheram de braços abertos e colocaram seu futuro na nas mãos desses mensageiros da morte, sim porque continuamos de LUTO em Maricá, passam-se os meses e nada de palpável acontece, nenhuma perspectiva de uma luz no fim do túnel que não seja o trem vindo na nossa direção, para acuados sermos esmagados como insetos, uma praga que não deveria nem poder ter voz ativa.

Não venho aqui pedir favores, porque acho por demais humilhante ter que rastejar pelos meus direitos e da coletividade, venho aqui pedir que pensem muito bem se querem que a sopa de legumes aumente nas próximas eleições da mesma forma que tem sido fermentada nos últimos anos. Desacreditar nos políticos que temos hoje, não só aqui como nos restante do país, é esperado visto à precariedade com que governam e se expõem publicamente aos escândalos, mas não acreditar mais e perder a confiança nos nossos vizinhos, amigos, parentes e tantos outros, que como nós dão um voto de crédito neste ou naquele candidato é que demonstra que se não houver conscientização e empenho não haverá Brasil nenhum nos próximos anos para podermos chamar de nosso, porque já terá sido vendido ou refinanciado inúmeras vezes.

Sempre que lhe convidarem para levar vantagem em alguma coisa não se deixe enganar porque neste país só é otário quem quer levar vantagem, pois invariavelmente serão enganados e não poderão nem recorrer ás autoridades porque estará tão comprometido em fazer algo ilegal quanto quem lhe fez a proposta.

Conscientize-se dos problemas de sua cidade e ajude a reconstruí-la, faça a multiplicação da responsabilidade para que possamos ser dignos de sermos chamados Brasileiros em qualquer lugar do mundo sem que tenha uma conotação pejorativa, faça-se ouvir em todos os lugares, nos ventos e nos mares, nas montanhas e nas planícies, e diga em alto e bom tom que é BRASILEIRO e nunca, mas nunca desistirá!

Ana Paula de Carvalho

http://www.civilidade.com.br

Sopa de Legumes.pdf

Anúncios

Sobre Ana Paula Carvalho Silva

apc_anapaula@hotmail.com
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s