Balanço do 2º Protesto de Maricá

Conforme antecipadamente combinado, dia 19 de junho de 2010, aconteceu ainda que não tenha sido na mesma intensidade do primeiro. Desta vez com as pessoas devidamente posicionadas, ficou mais evidente saber o lugar que cada um de nós ocupa no momento. Não existiram discursos inflamados nem palavras de ordem, ninguém com bandeiras e megafones fazendo seus protestos, tudo dentro da mais perfeita civilidade e respeitando á Democracia.

Às 20:00 hs pontualmente eu e minha família comparecemos em frente á Casa de Cultura. A praça estava com bastante freqüência, famílias passeando, pessoas sentadas às mesas conversando sobre assuntos diversos, jovens se encontrando alegremente. Ali permanecemos por mais trinta minutos e após termos a certeza que seriamos provavelmente os únicos nos pusemos a fazer o mesmo que os demais, certos de nosso dever cumprido e em respeito a toda forma democrática de expressão.

Para mim ficou claro, que mesmo de maneira inconsciente, e muitas vezes demonstrada agressivamente e incessantemente, vigora um sentimento maior que acredita na recuperação e superação em realizações da atual gestão, principalmente compartilhar com os mesmos numa gestão mais integrada com seus objetivos, ainda como recado aos governantes espero que aproveitem a chance que lhes foi conferida através deste ato.

Podemos afirmar o sucesso, pois mesmo que silenciosamente o recado foi passado a todos os presentes e ausentes que quiseram ouvir, e o mais importante fui escutada por muitos nas reivindicações que considero necessárias.

Talvez, a pouca presença se justifique na escolha de um fim de semana, com diversas festas juninas, afinal é um sábado tarde da noite e fria de junho, muitos estão cansados da labuta da semana e mais dispostos a descansar, estudar para provas, assistir apenas a um filme bom ou mesmo ficar só em casa sem fazer nada, são coisas que sempre deixamos para o final da semana.

Ás 21:00 hs me despedi de amigos que lá encontrei, pois também queria levar os meus para prestigiar a festa junina que se realiza na Rua 107 todos os anos nesta época, é sempre interessante e ainda temos pelo menos 1 mês para curtirmos o restante destas festas, e dia 24 será a missa e procissão para São João Batista, evento sempre muito comoventemente e lindo. É sempre bom poder rever os vizinhos e amigos.

Algumas perguntas não consegui responder sobre o futuro desta Cidade, entretanto, encontrei respostas que realmente justificam como estão as coisas. Os problemas são maiores para quem reside e de menos impacto diário para quem está de passagem, ainda que não devesse ser assim. Acredito que nesta gestão nada mais há para ser feito pela prefeitura municipal, é um mandato perdido e tenho esperança que o próximo restabeleça a ordem.

Finalmente fico feliz de ter participado e podido contribuir mais uma vez com a minha presença no intuito de agregar valor á causa pela melhoria de Maricá. Espero poder continuar lutando a cada dia pelo que acredito ainda que nossos objetivos pessoais sejam diferentes, pois como já havia falado anteriormente, somos solidários aos objetivos que visam a melhor qualidade de vida. Eu fui e irei ao próximo também!

Sou Ana Paula de Carvalho, Brasileira e nunca desisto!

http://www.civilidade.com.br

Conforme antecipadamente combinado, dia 19 de junho de 2010, aconteceu ainda que não tenha sido na mesma intensidade do primeiro. Desta vez com as pessoas devidamente posicionadas, ficou mais evidente saber o lugar que cada um de nós ocupa no momento. Não existiram discursos inflamados nem palavras de ordem, ninguém com bandeiras e megafones fazendo seus protestos, tudo dentro da mais perfeita civilidade e respeitando á Democracia.

Às 20:00 hs pontualmente eu e minha família comparecemos em frente á Casa de Cultura. A praça estava com bastante freqüência, famílias passeando, pessoas sentadas às mesas conversando sobre assuntos diversos, jovens se encontrando alegremente. Ali permanecemos por mais trinta minutos e após termos a certeza que seriamos provavelmente os únicos nos pusemos a fazer o mesmo que os demais, certos de nosso dever cumprido e em respeito a toda forma democrática de expressão.

Para mim ficou claro, que mesmo de maneira inconsciente, e muitas vezes demonstrada agressivamente e incessantemente, vigora um sentimento maior que acredita na recuperação e superação em realizações da atual gestão, principalmente compartilhar com os mesmos numa gestão mais integrada com seus objetivos, ainda como recado aos governantes espero que aproveitem a chance que lhes foi conferida através deste ato.

Podemos afirmar o sucesso, pois mesmo que silenciosamente o recado foi passado a todos os presentes e ausentes que quiseram ouvir, e o mais importante fui escutada por muitos nas reivindicações que considero necessárias.

Talvez, a pouca presença se justifique na escolha de um fim de semana, com diversas festas juninas, afinal é um sábado tarde da noite e fria de junho, muitos estão cansados da labuta da semana e mais dispostos a descansar, estudar para provas, assistir apenas a um filme bom ou mesmo ficar só em casa sem fazer nada, são coisas que sempre deixamos para o final da semana.

Ás 21:00 hs me despedi de amigos que lá encontrei, pois também queria levar os meus para prestigiar a festa junina que se realiza na Rua 107 todos os anos nesta época, é sempre interessante e ainda temos pelo menos 1 mês para curtirmos o restante destas festas, e dia 24 será a missa e procissão para São João Batista, evento sempre muito comoventemente e lindo. É sempre bom poder rever os vizinhos e amigos.

Algumas perguntas não consegui responder sobre o futuro desta Cidade, entretanto, encontrei respostas que realmente justificam como estão as coisas. Os problemas são maiores para quem reside e de menos impacto diário para quem está de passagem, ainda que não devesse ser assim. Acredito que nesta gestão nada mais há para ser feito pela prefeitura municipal, é um mandato perdido e tenho esperança que o próximo restabeleça a ordem.

Finalmente fico feliz de ter participado e podido contribuir mais uma vez com a minha presença no intuito de agregar valor á causa pela melhoria de Maricá. Espero poder continuar lutando a cada dia pelo que acredito ainda que nossos objetivos pessoais sejam diferentes, pois como já havia falado anteriormente, somos solidários aos objetivos que visam a melhor qualidade de vida. Eu fui e irei ao próximo também!

Sou Ana Paula de Carvalho, Brasileira e nunca desisto!

http://www.civilidade.com.br

Anúncios

Sobre Ana Paula Carvalho Silva

apc_anapaula@hotmail.com
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s