Por um lugar ao Sol

O assalto à residência do presidente da câmara não é nenhuma novidade que já não saibamos que vem acontecendo neste município, o índice de criminalidade tem aumentado ao longo dos últimos anos por falta de policiamento efetivo e áreas de sombra onde antigamente havia iluminação pública, além de que apesar dos esforços em trazer para Maricá um batalhão tem-se mostrado muito complexo, ficando ainda sujeitos ao 12º BPM (Niterói).

            As modalidades cujas estatísticas aumentaram foram as seguintes: estupro (200%, de 1 para 3), roubo a residência (20%, de 5 para 6) e roubo de veículo (3%, de 94 para 97), é certo que outras até diminuíram, mas não exime a crescente onda de violência generalizada sem falar do vandalismo e pichações ao patrimônio público. O mais importante de tudo é que ninguém mais está seguro como vimos no exemplo acima, isso faz parte do descaso generalizado da segurança pública que é um dos serviços ao quais todos precisamos recorrer assim como a saúde, sendo que os ilustres da cidade certamente não o utilizam este último localmente, mas no caso da segurança pública estamos envolvidos e segurança é um problema de todos.

            A 82ª DP (Maricá) não é suficiente para controlar todos os acessos, responder aos chamados e ocorrências, já é hora de construir DPOs que possam receber a população nos momentos de aflição sem que se sintam constrangidos pelo ambiente lúgubre, a cidade e os principais centros dos distritos não são tão grandes que essas DPOs não possam ter um serviço de 24hs de vigilância de monitoramento de câmaras com gravação continua, permitindo um controle de acesso aos locais, segurança do nosso patrimônio e acompanhamento das principais atividades diárias e noturnas. É simples, barato e digno, qualificando ainda mais o policial militar para um melhor atendimento á população geral.

            A solução está diante de nossos olhos, hoje são “ladrões de galinhas” (ou de Curió), mas perdeu-se mais uma arma e agora precisaremos seguir o rastro das balas para encontrá-la, que histórias trágicas estarão no seu caminho? Nosso município é cheio de ruas desertas, nossos filhos estão na rua e a família começa a se proteger e trancar dentro de casa, estabelecendo limites de acesso e criando prisões de luxo, ou nem tanto já que nem todas as pessoas têm recursos para cercas elétricas, carros blindados e seguranças particulares.

            Ainda temos tempo de reverter esta situação, vamos nos empenhar em apresentar projetos e soluções para a diminuição destas estatísticas, claro que é preciso de uma dose de boa vontade do poder público para viabilizá-las e contamos com isso.  A Secretaria de Educação que pagará a uma empresa particular o valor de R$ 4.429.894,20, para que a mesma coloque vigias no período noturno nas escolas, esta é mais uma notícia que sempre nos deixa pasmos com o destino do dinheiro de nossas contribuições, lamento pela violência sofrida pelo presidente da câmara e de todos os nossos cidadãos, mas lamento mais ainda ver a ineficiência dos gestores, parece que de nada serve estudar, chega a ser medíocre!

Ana Paula de Carvalho

Anúncios

Sobre Ana Paula Carvalho Silva

apc_anapaula@hotmail.com
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s